Como foi celebrar o Natal em Marrocos, um país 99% muçulmano

No final do ano de 2016, nós resolvemos que iríamos passar as férias de dezembro em Marrakesh, Marrocos, incluíndo as festas de natal. Em função disso, fomos pesquisar as opções de celebração tanto da véspera de natal quanto do almoço do dia 25 e… não achamos nada.

Marrocos é um país com praticamente sua totalidade de muçulmanos. Pesquisas dão que 99,7% seguem o islamismo sunita e o restante é  dividido em cristianismo, judaísmo e  Fé bahá’í. E diferente do que vimos em Dubai, por exemplo, as comunidades de estrangeiros que moram na cidade não são tão significativas ou possuem muito espaço para expressarem suas culturas.

Se pesquisarem no Google é até possível encontrar igreja cristã em Marrakesh, mas as informações são bem vagas e acabamos que não quisemos arriscar.

Então como se comemora o Natal em Marrocos?

As celebrações são realizadas de maneira mais intimista em família, seja em casa ou mesmo em algum restaurante.

Um lado positivo, é que o país não sofre daquela poluição comercial que nós do mundo ocidental sofremos em toda data comemorativa, com inúmeras propagandas para qualquer lugar que vamos. Possibilitando assim, um momento realmente de paz e reflexão.

Nem tudo é ruim…

Como comemoramos nosso Natal em Marrocos?

Para nossa viagem, planejamos dois passeios especiais para os dias natalinos:

 

  • Véspera de Natal: Aula de culinária no Amal Center, uma assossiação sem fins lucrativos que trabalha no empoderamento das mulheres marroquinas, profissionalizando-as em culinária.

Foi muito bom! Eu fiz uma aula de como preparar um Tajine de Carne com Legumes, que depois pudemos comer em família, numa mesa com outros estrangeiros que também estavam visitando o país.

Além disso, o Centro Amal possui um lindo trabalho de recuperação e preparação de mulheres em uma cidade tão machista quanto a marroquina e foi recompensador ajudar a iniciativa.

Natal em Marrocos - Aula de culinária no Amal Center
Natal em Marrocos - Aula de culinária no Amal Center

 

  •  Natal: um chá da tarde no Le Menzeh no La Mamounia,

O hotel La Mamounia é um dos melhores e mais sofisticados hotéis de Marrakesh e, mesmo não estando hospedados no local, é um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade. O seu jardim é realmente um maravilha e vale passar uma tarde caminhando.

Para o dia de natal, fizemos uma reserva no Le Menzeh, que é o bar localizado neste jardim, onde pudemos aproveitar um pouco do luxo do lugar. 🙂

Natal em Marrocos - Chá da tarde no Hotel La Mamounia
Natal em Marrocos - Chá da tarde no Hotel La Mamounia
Natal em Marrocos - Chá da tarde no Hotel La Mamounia

 

No final, aprendemos que para comemorar, mesmo uma data tão celebrada quanto o Natal, não precisamos de toda uma agenda já pré definida, nós precisamos apenas estar bem com a gente mesmo e, melhor ainda, com aqueles que amamos.

 

Este post faz parte da Blogagem Coletiva “Data comemorativa passada em algum destino legal” realizada por blogs de viagem de Pequenos Grandes Viajantes, não deixe visitar os outros posts:

 

Organize melhor sua viagem
  • Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo, além disso temos um post com nossas dicas de como escolher o melhor lugar para se hospedar.
  • Já garantiu as Entradas dos lugares que vai visitar? A melhor maneira de economizar tempo e dinheiro é comprar os tickets com antecedência, o TicketBar oferece os melhores descontos e opções nos melhores e mais conhecidos destinos do mundo.
Todas as indicações são de empresas parceiras, seguras, confiáveis e utilizadas por nós.

Edson Amorina Jr

Nasci em Osasco/Brasil e me formei em Ciência da Computação pela UNICAMP. Sempre fui um amante de cinema e quadrinhos, hoje eu moro em Ettlingen na Alemanha e divido meu tempo entre cuidar de minha filha, esposa e viagens com família.

13 comentários em “Como foi celebrar o Natal em Marrocos, um país 99% muçulmano

  • 31 de março de 2017 em 18:45
    Permalink

    Muito legal! Nunca comemorei o Natal em um país (praticamente) sem Cristianismo. Deve ter sido uma experiência bem interessante!

    Resposta
  • 1 de abril de 2017 em 07:12
    Permalink

    Adorei a dica! Eu moro na Espanha e sempre é muito caro voltar para o Brasil nessa época e geralmente busco opções para não passar “sozinha”. Obrigada pela dica.

    Resposta
  • 1 de abril de 2017 em 22:43
    Permalink

    Gostei muito do post e do relato, já que Natal é uma data tão tradicional para nós do ocidente! Imagino que inicialmente foi um desafio, mas que vocês tiraram de letra, já que fizeram coisas super bacanas (amei o curso no local que ajuda mulheres!). Parabéns!

    Resposta
  • 2 de abril de 2017 em 03:03
    Permalink

    Que barato essa experiência! Nunca imaginei passar o Natal em algum país onde a data não fosse comemorada, mas lendo teu relato fica tão claro, o quanto celebrar a data vai tão mais além do que decorações, pratos típicos, presentes e toda aquela cultura em torno do Natal…
    Adorei a simplicidade e ao mesmo tempo a importância da comemoração que vcs fizeram.

    Resposta
  • 2 de abril de 2017 em 09:30
    Permalink

    isso sim que é um programa interessante, deve ter seus encantos passar o Natal em um local totalmente diferente da cultura cristã! E as fotos estão lindas!

    Resposta
  • 7 de abril de 2017 em 00:36
    Permalink

    Que comemoração natalina diferente, não é? Só que não faltou o encantamento, a culinária e a família, que são os itens principais de uma celebração como esta. Adorei o destino, a idéia da aula de culinária, o bar no jardim, tudo muito exótico e lindo. Parabéns, belo post!!!

    Resposta
  • 7 de abril de 2017 em 23:23
    Permalink

    Edson, essa foi a melhor forma de comemorar o natal: chá da tarde E aula de culinária? Combo perfeito! Tenho bastante vontade de conhecer o Marrocos, espero ir em breve. Adorei o relato!

    Resposta
  • 8 de abril de 2017 em 18:31
    Permalink

    Edson adorei o artigo, inspiração pura!! As atividades natalinas me interessaram bastante. E suas fotos estão ótimas.

    Resposta
  • 8 de abril de 2017 em 18:38
    Permalink

    Que bacana seu relato! Realmente não vemos praticamente nada sobre o Marrocos. Curti bastante sua iniciativa de escrever sobre esse país de cultura tão diferente da que estamos habituados.

    Resposta
  • 9 de abril de 2017 em 12:51
    Permalink

    Essa oportunidade de presenciar culturas diferentes é uma das melhores partes de viajar, né? E, realmente, não é preciso fazer uma festa enorme de Natal pra comemorar essa data tão linda! Adorei o relato 🙂

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *