Crítica do Filme “Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Spider-Man: Homecoming, 2017)”

Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Spider-Man: Homecoming, 2017) é um filme dirigido pelo diretor  Jon Watts com os atores Tom Holland, Michael Keaton, Robert Downey Jr. e Marisa Tomei. Sua trama dá continuidade a participação do Homem-Aranha no filme “Capitão América: Guerra Civil“. Com foco na divisão do Peter Parker entre sua vida escolar e suas ações de herói até o surgimento do vilão conhecido como Abutre.

O filme também mostra o esforço do Homem-Aranha e fazer parte dos Vingadores e seu relacionamento com o Tony Stark, conhecido como Homem de Ferro.




Nós começamos o filme já com uma grande expectativa criada pela ótima participação do Homem-Aranha na luta do aeroporto no “Capitão América: Guerra Civil” e logo no início o filme é ainda mais inserido no Universo Cinemático Marvel, com referências ao primeiro filme dos Vingadores.

Mesmo sendo um novo ator e uma “nova casa”, o filme foge da estrutura de um filme de origem, considerando que já fomos apresentados algumas vezes a como o Homem-Aranha surgiu. Porém aqui já cabe o primeiro problema do filme, principalmente para quem acompanha o herói nos quadrinhos: sua formação de caráter a partir da influência dos conselhos e da morte do Tio Ben é substituída por conselhos (vagos) do “gênio, bilionário, playboy e filantropo” Tony Stark. E dói muito não ouvir o famoso mantra “Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”.

Outra ponto negativo do filme é em relação ao desenvolvimento dos poderes do personagem principal, com foco muito mais no uso do roupa/armadura fornecida pelo Homem de Ferro do que no uso dos poderes clássicos, como o Sentido Aranha.

Em compensação os atores principais estão muito bem em seus papéis. O Tom Holland realmente dá um novo frescor ao Peter Parker, explorando de maneira mais atual o contraste de seu deslocamento no convívio escolar e sua confiança como Homem Aranha; e o Michael Keaton entrega um vilão do qual conseguimos compreender suas ações ao mesmo tempo em que não duvidamos de que ele é um criminoso. O Roberto Downey Jr. é o Tony Stark de sempre e os outros atores e personagens secundários não comprometem, tendo seus momentos de importância.

Tecnicamente o filme ainda mostra o velho problema do expectador conseguir identificar o boneco digital do Homem Aranha em suas cenas de ação e isso é mais um problema.

Mais um ponto negativo é uma decisão do filme que deveria ser elogiada. Todos os colegas escolares do Peter Parker (seu melhor amigo, seu interesse amoroso _atual e futuro_ e seu rival) são representantes de minorias norte americana, porém o personagem principal continua tendos suas características originais. Será que faltou coragem de usar o Miles Morales?

Infelizmente o “Homem-Aranha: De Volta ao Lar” padece em frente a expectativa gerada (principalmente por suas dezenas de trailers, teasers e spots) e é um filme que quanto mais pensamos a respeito, menos gostamos.

Crítica Filme Homem-Aranha De Volta ao Lar Spider-Man Homecoming 2017 - Poster

 

Ah! Eu falei um pouco sobre o filme no Youtube:

 

Organize melhor sua viagem
  • Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo, além disso temos um post com nossas dicas de como escolher o melhor lugar para se hospedar.
  • Já garantiu as Entradas dos lugares que vai visitar? A melhor maneira de economizar tempo e dinheiro é comprar os tickets com antecedência, o TicketBar oferece os melhores descontos e opções nos melhores e mais conhecidos destinos do mundo.
Todas as indicações são de empresas parceiras, seguras, confiáveis e utilizadas por nós.

Edson Amorina Jr

Nasci em Osasco/Brasil e me formei em Ciência da Computação pela UNICAMP. Sempre fui um amante de cinema e quadrinhos, hoje eu moro em Ettlingen na Alemanha e divido meu tempo entre cuidar de minha filha, esposa e viagens com família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *