Trilha Inca para Machu Picchu, Cusco, Peru

Que pesquisei e vi que a caminhada da Trilha Inca para Machu Picchu era “4 dias e 3 noites…” O que podia esperar dessa pequena aventura? Eu sempre gostei de fazer trilhas, ficar horas andando no meio da mata e conhecer lugares, mas eu não tinha ideia de como seria.

 

Fiz várias pesquisas antes de decidir qual agência seria mais apropriada para contratarmos, pois tinha o quesito segurança como fundamental. Principalmente por que como boa asmática que sou, queria ter certeza que se desse algum treco em mim, eu não ficaria na pior… Vai saber se o guia se enche de mim e me enterra em uma das ruínas que passamos pelo caminho. Que drama não? Mas depois de ler muitos guias (lembrem que em 2005 não existiam muitos livros publicados e muito menos blogs de viagem), nós decidimos contratar o pessoal da SAS Travel.

Resumindo, eles foram super competentes e o guia foi super, mas super paciente comigo.

Eles ainda estão em funcionamento e se eles continuam com a qualidade com que nos foi apresentada, vale muito a pena. Não é o custo mais baixo, mas a segurança e referências contam muito nessa hora.

 

E lá fomos nós… Foram 48 km em 4 dias!

 

A SAS Travel tinha todo o aparato, como barracas para dormir, a tenda das refeições e periféricos, que eram montados e desmontados pelo staff em um ritmo que parecia passe de mágica. As refeições eram boas e sempre animadas. Eu aluguei um colchão térmico com eles, porém o saco de dormir eu levei o meu. A única besteira que fiz foi não contratar um carregador para a minha mochila e isso  acabou pesando no final.

 

1° dia – Trilha Inca para Machu Picchu

O périplo começa com a saída de Cusco em direção a cidade de Ollantaytambo, onde tomamos o café da manha e então fomos ao km 82 onde realmente começaria a trilha inca.

Com o tempo bom, nós começamos a andar. Foram 12km tranquilos admirando a paisagem, vendo sítios arqueológicos, tirando fotos e nos aclimatando para o dia seguinte que já sabíamos que seria pauleira. No final do dia chegamos ao nosso acampamento, primeiro dia de banho com baby wipes  e primeira noite com um céu estrelado maravilhoso!

 

2° dia – Trilha Inca para Machu Picchu

Aí meu amigo, foi dureza sair de 3000 m até 4198m foi demais para o meu pulmão cansado. O dead woman´s pass quase teve que mudar o nome para two dead woman´s pass. Eu simplesmente não conseguia respirar, oh ar rarefeito maledeto. Aí como eu tinha que parar a cada 20 passadas consegui apreciar bem a trilha. O grupo teve paciência, o guia paciência lá no céu e depois de uma hora a mais que o grupo eu cheguei no topo, acabada. Enquanto eu me arrastava o Jorge fez amizade com uma ave local… Hahaha e eu delirando…. Eu só queria cama, cama. Segundo dia de banho baby wipes… Cheirinho tava bao.

O tempo virou no final do segundo dia, e quem disse que julho é a época seca para a trilha tá de sacanagem.

 

3° dia – Trilha Inca para Machu Picchu

No terceiro dia de caminhada que fica na área de selva choveu o dia inteiro! Não teve waterproof boots ou mesmo roupa que aguentasse, mas a paisagem do local recompensou cada xoc xoc da meia molhada. Nessa última noite, somos presenteados com um banho!! E com água quente, claro que devidamente pago à parte. Mas eu fiquei tão feliz!  E depois mais uma noite sob as estrelas antes de chegar a Machu Picchu.

 

4° dia – Trilha Inca para Machu Picchu

Acordamos bem, mas bem cedo acho que as 4 para sairmos bem cedin e assim chegarmos em Machu Picchu com o nascer do sol, mas o tempo estava nublado! Eita São Pedro que não colabora 😉 Olha eu nunca andei em uma trilha tao rápido e ainda no breu total. Olha, subir aquelas escadas e não cair nenhuma vez foi um grande mérito para mim e chegar ao portão do sol sem sol, e  ver a montanha ao fundo valeu cada músculo dolorido. Afinal no pain no gain.

Enfim eu, o maridoviski e o amigo Jorge estávamos na mais famosa cidade dos incas!  E é para comemorar, já que a trilha não é fácil e mesmo pra quem tem um super preparo físico no final tenho certeza que o dito vai estar pedindo água.

Estando lá podemos explorar a cidade sagrada dos incas, com o guia passando pelos pontos mais importantes e depois sozinhos. Aí foi legal pois mesmo acabados acabamos subindo na Wayna Picchu e tivemos uma vista muito bonita de toda a área.

 

Depois de ficarmos umas 6 horas andando e tirando fotos, era hora de descermos para Águas Calientes. Um micro ônibus estava nos esperando e assim fomos serpenteando montanha abaixo. Em almoçamos em Águas Calientes, demos um pequeno giro pelo centro e fomos para a estação de trem onde pegaríamos o trem em direção a Ollantaytambo e enfim um ônibus para Cusco. Tudo bem organizado e tranquilo.

Chegamos em Cusco já a noitinha e nos restou apenas tomar um banho, sair para comer algo e descansar para a próxima parada: Arequipa a cidade branca.

 

Organize melhor sua viagem
  • Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo, além disso temos um post com nossas dicas de como escolher o melhor lugar para se hospedar.
  • Já garantiu as Entradas dos lugares que vai visitar? A melhor maneira de economizar tempo e dinheiro é comprar os tickets com antecedência, o TicketBar oferece os melhores descontos e opções nos melhores e mais conhecidos destinos do mundo.
Todas as indicações são de empresas parceiras, seguras, confiáveis e utilizadas por nós.

Viviane N M Amorina

Nasci em São Paulo/Brasil e me formei em Engenharia de Alimentos pela UNICAMP. Sempre gostei de viajar, com a vontade de conhecer mais do mundo. Hoje moro em Ettlingen na Alemanha, onde trabalho e divido meu tempo com minha filha, marido e viagens com família.

4 comentários em “Trilha Inca para Machu Picchu, Cusco, Peru

  • 4 de Janeiro de 2015 em 15:52
    Permalink

    Olá Vivil!
    Primeiramente parabenizo pelo trabalho que fiz em ajudar aos brasileiros que desejem conhecer Machu Picchu, quem escreve é um amante da cultura brasileira e graças a deus já teve a sorte de morar no Brasil por um bom tempo, agora voltei ao Peru – Cusco para montar a nossa operadora de viagens somente para os brasileiros que desejem conhecer a nossa historia e cultura com guias locais e conhecedores do idioma português.
    Gente se alguém esta precisando de dicas e recomendações dos outros destinos do Peru como Lago titicaca, puno, Arequipa, Nazca, Paracas, trujillo, Huancayo, fico a sua disposição para ajudar;lhes sem nenhum compromisso e assim eu poderia contribuir a que muita gente venha a visitar esta terra maravilhosa herdada por um cultura milenar. visitem nosso site > http://www.viagensmachupicchu.com.br

    Resposta
  • 12 de outubro de 2017 em 14:35
    Permalink

    Olá, Viviane. Que bela experiência a que compartilhou com os leitores do blog, muito interessante. Estou planejando uma viagem ao Peru por 15 dias e uma das rotas que farei é o Caminho Inca. Já consultei valores com esta agência de viagens e gostaria de saber quanto foi que você pagou por esta rota. Muito obrigada e aguardo sua resposta.

    Resposta
    • 12 de outubro de 2017 em 16:02
      Permalink

      Oi Eimi, não lembro exatamente quanto paguei e já faz um bom tempo, acho que vale a pena entrar no site e ver o preço com eles. Abraço.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *