Como é dirigir na Alemanha, dicas de roteiros e lugares para visitar

Sempre que alguém viaja para a Alemanha e diz que vai alugar um carro, já imaginamos como será dirigi-lo pela estradas sem limite de velocidade. Sonho, não?

Mas isso é verdade?

SIM! 🙂 As estradas federais da Alemanha, conhecidas como Autobahn, realmente possuem vários trechos onde não há limite de velocidade e digo mais: NÃO TEM PEDÁGIO!

Reparem que disse trechos sem limite. Na verdade em torno de 50% das rodovias possuem uma recomendação de limite de velocidade e o restante possuem diferentes limites, conforme a localização do trecho ou obras. Ah! E lembre que estou dizendo sempre em relação a automóvel, outros veículos como carro, motos ou reboques, existem limites.

Seguindo o rigor alemão, a Autobahn possui muito investimento em segurança, incluindo o material das estradas e seus projetos, incluindo locais de retas e curvas.

Em função disso, viagens de carro pela Alemanha são excelentes experiências.

 

Ah! Aqui escrevemos também como é viajar de trem pela Alemanha.

 

Curiosidades de nossa experiência dirigindo na Alemanha

É sim tudo o que dizem ! rs

Olha, se você acha rápido andar a 160 Km/h na 6a. marcha. Bem, desculpe… muitas vezes você tem que andar na pista do meio ou mesmo na direita. E quem te ultrapassa não é só Ferrari, Porsche… passa de tudo: clio, 207, variant, corsa… só não vi ainda um FIAT 147 rs

Eu ainda não consegui passar os 200 Km/h, quase consegui por duas vezes e acabei ficando nos 190 (1a. um LERDO entrou na minha frente a 160Km/h e na 2a. não senti equilíbrio no carro e reduzi).

Eu não achei a pista muito diferente da Rodovia Bandeirantes, mas com uma GRANDE diferença, já andei mais de 600 KM sem precisar pagar UM pedágio.

E você acaba ficando muito mal acostumado. Numa da viagens, apesar de eu estar numa média de 150 Km/h, a patroa não parava de pedir para andar mais rápido por que estávamos atrasados… 😛

 

Castelo de Neuschwanstein

Para onde viajar de carro na Alemanha

Talvez a mais famosa Road Trip da Alemanha seja a Rota Romântica, que inicia em Frankfurt, passando pelas cidades de Wurzburg, Rothenburg ob der Tauber, Augsburg, Füssen (onde é possível conhecer o Castelo de Neuschwanstein) e terminando em Munique.

 

Listamos outros lugares e cidades para se visitar na Alemanha.




Blogagem Coletiva

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva #RoadTrips, onde Blogs de Viagem de Pequenos Grandes Viajantes escreveram sobre viagens de carro em qualquer país do mundo.

Não deixe de ler os outros posts:

 

Ofertas de Passeios na Alemanha

 

Ofertas de Hospedagem na Alemanha



Booking.com

 

Organize melhor sua viagem
  • Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo, além disso temos um post com nossas dicas de como escolher o melhor lugar para se hospedar.
  • Já garantiu as Entradas dos lugares que vai visitar? A melhor maneira de economizar tempo e dinheiro é comprar os tickets com antecedência, o TicketBar oferece os melhores descontos e opções nos melhores e mais conhecidos destinos do mundo.
Todas as indicações são de empresas parceiras, seguras, confiáveis e utilizadas por nós.

Edson Amorina Jr

Nasci em Osasco/Brasil e me formei em Ciência da Computação pela UNICAMP. Sempre fui um amante de cinema e quadrinhos, hoje eu moro em Ettlingen na Alemanha e divido meu tempo entre cuidar de minha filha, esposa e viagens com família.

13 comentários em “Como é dirigir na Alemanha, dicas de roteiros e lugares para visitar

  • 27 de outubro de 2017 em 13:37
    Permalink

    É verdade, Edson, dirigimos na Alemanha e meu marido sempre queria passar dos 180km. Mas eu só deixava por 2 minutos kkkk. Alugamos um Audi super barato e ele não parava de se deliciar de estar dirigindo um Audi. Coisas de homem kkkk

    Resposta
  • 27 de outubro de 2017 em 20:20
    Permalink

    Eu sempre amei dirigir e meu pai brigava comigo dizendo que eu pisava.
    Vim morar no centro de SP, abandonei carro (carro para que?) e principalmente engravidei. Virei uma medrosa! Nao sei se iria ter coragem
    hahahahaha
    Iria ser uma tartaruga a 100 km/h

    Resposta
  • 27 de outubro de 2017 em 21:21
    Permalink

    Edson! Amei teu post! Aliás, já olhei outros posts da Alemanha no teu blog, pq em janeiro estaremos por lá! Se tiver alguma dúvida, vou te chamar! bj

    Resposta
  • 27 de outubro de 2017 em 22:44
    Permalink

    Deve ser muito massa dirigir pelas ótimas estradas alemães. Para quem ama velocidade deve então ser um sonho!!!

    Eu já rodei por algumas cidades da Alemanha, mas sempre de trem! Quem sabe um dia eu não me aventura numa road trip?! 🙂 bjinhos

    Resposta
  • 28 de outubro de 2017 em 20:03
    Permalink

    Fico imaginando como é dirigir numa estrada dessas para um brasileiro como eu que nunca dirigiu na Europa!

    Resposta
  • 29 de outubro de 2017 em 01:23
    Permalink

    200 Km por hora, sem multas e pedágios? Isso é o paraíso para os homens, principalmente, ainda mais com os carros alemães potentes e luxuosos, quem não gostaria?
    Mas o que eu gostaria mesmo era fazer a Rota Romântica em qualquer velocidade, uma sugestão incrível aqui do blog.

    Resposta
  • 30 de outubro de 2017 em 23:22
    Permalink

    Somos loucos por fazer essa rota romântica. Deve ser incrível! E os custos com combustível, como são aí?

    Resposta
    • 31 de outubro de 2017 em 05:06
      Permalink

      Não é barato não, custa de 1,4 a 1,8€ o litro… é do mesmo preço do Brasil até mais caro

      Resposta
  • 1 de novembro de 2017 em 19:03
    Permalink

    A Alemanha é um dos lugares mais gostosos para dirigir! Nós fizemos toda a Rota Romântica de carro e foi incrível! Assim como você comentou, ainda melhor que não tem pedágio, né? 🙂

    Resposta
  • 6 de novembro de 2017 em 21:40
    Permalink

    Que incrível! Deve ser uma experiência e tanto! Eu não sei se teria muita coragem, porque ultimamente, depois que sofri um acidente, ando muito devagar! heheh E tenho economizado bastante gasolina com isso, hehehe!

    Resposta
  • 10 de novembro de 2017 em 17:06
    Permalink

    Deve ser muito bom dirigir na Alemanha.
    Mais um motivo para colocar na wish list! Valeu pelo post!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *