Pra lá de Marrakech – Cascatas de Ouzoud, as maiores quedas d’água de Marrocos

Em nossa viagem de 7 dias por Marrocos, com base em Marrakech, nós fizemos alguns passeios bate-e-volta, como nossa ida a cidade do vento de Essaouira, para a cidade cinematográfica de Ait-Ben-Haddou em Ouarzazate e, vamos falar agora, para as maiores cascatas de Marrocos, as Cascatas de Ouzoud.

O passeio até as Cascatas de Ouzoud para mim foi particularmente interessante. A sua principal atração turística é algo de maravilhoso, mas o final foi bastante assustador para mim! 😮

 

Leia nosso post onde desbravamos a cidade de Marrakech de A à Z com dicas e curiosidades.

 

Como foi o Traslado para as Cascatas de Ouzoud, Marrocos

Nós saímos de Marrakech bem cedinho, para enfrentar três horas de carro por estradas que cortam cidades pequeninas, plantações de oliveira e muitos cactos.

Cascatas de Ouzoud Marrocos - Caminho de Marrakech até as Cascatas

 

No meio do caminho, nós fizemos uma pequena parada na cidade de Demnat para ver uma caverna numa ponte geográfica natural chamada Imi-n-Ifri. O guia explicou que é um destino turístico bastante conhecido em Marrocos e visitado por escolas e locais de férias, mas realmente não achei tão bonito assim.

De qualquer maneira serviu mesmo para esticar as pernocas.

Cascatas de Ouzoud Marrocos - Parada em Demnat para ver o Imi-n-Ifri

 

Roteiro nas Cascatas de Ouzoud, Marrocos

Enfim chegamos na base de visitação em Ouzoud e ela tem uma infraestrutura muito boa para receber os visitantes. Você tem acesso a banheiros, barraquinhas de suco e comida e guias ofertando o passeio até as cachoeiras.

O nosso guia já estava combinado pelo nosso motorista e gostamos bastante. Assim que nos encontramos, ele foi atencioso com a nossa pequena, inclusive diminuindo o ritmo do passeio quando necessário.

Cascatas de Ouzoud Marrocos
Cascatas de Ouzoud Marrocos




O passeio começou às margens repletas de oliveiras do rio wadi el-Abid até o mirante para ver a cachoeira de cima. E é realmente alto! São 110 metros de altura escondidas nas montanhas do Médio Atlas, as maiores cacheiras de Marrocos e a segunda de toda África.

Cascatas de Ouzoud Marrocos
Cascatas de Ouzoud Marrocos
Cascatas de Ouzoud Marrocos

 

Depois da vertigem por causa da altura, descemos uma trilha razoavelmente fácil até chegarmos na base da cachoeira.

As Cascatas de Ouzoud são realmente lindas! É bem interessante como ela vai afunilando em diversas quedas até formar uma pequena lagoa. E é possível fazer um passeio de barco até pertinho das quedas d’água.

Nosso guia ajudou a negociar o preço e lá fomos nós sentir o poder da cachoeira. É um bem legal, mas confesso que fiquei receosa. Mas se eu sou medrosa, o bom é que a Picurucha sempre está de boas, curtindo tudo ao máximo.

Cascatas de Ouzoud Marrocos
Cascatas de Ouzoud Marrocos
Cascatas de Ouzoud Marrocos




Cascatas de Ouzoud Marrocos
Cascatas de Ouzoud Marrocos

 

Vale lembrar que, como era baixa temporada, o local estava vazio. As áreas de Camping e restaurantes itinerantes praticamente às moscas. O nosso guia disse que no verão, o lugar é o point dos marroquinos para fugir do calor. E caso procure fotos na Internet, vai ver que realmente fica bastante cheio.

Do passeio da cachoeira, nós almoçamos em um restaurante simples, mas com uma comida muito saborosa e com uma vista linda da cachoeira e dos arco-íris formados com seu vapor de água.

Cascatas de Ouzoud Marrocos

 

Que susto! 😮

Agora veio a parte que me deixou desesperada! Em pânico! Não sei mais o que dizer…

Na saída da região da cachoeira tem uma área onde os Macacos de Gibraltar, animais selvagens soltinhos pela natureza, ficam de boa recebendo amendoim dos turistas.

Cascatas de Ouzoud Marrocos Macacos de Gibraltar
Cascatas de Ouzoud Marrocos Macacos de Gibraltar
Cascatas de Ouzoud Marrocos Macacos de Gibraltar

 

E foi aí começou o meu martírio.

Compramos um saquinho de amendoins para os macaquitos e de repente eles começaram a subir nas minhas costas. Do nada! Lembro até de um dos macacos dando um cheiro no cangote sabe.

AAAAAAHHHH!

O Maridovisk ao invés de tentar tirar os macacos de cima de mim, ficou filmando, maldita Internet… No final das contas não lembro de quem tirou o macaco, só sei que levei um tempo para voltar ao normal.

Só depois que nos demos conta que os macacos queriam a dúzia de mexericas que eu estava carregando na minha mochila. Ou seja, eu era quase uma árvore frutífera atacada por símios africanos ameaçados de extinção.

Claro que isso foi o ápice da viagem para a Picurucha que não parava de rir!

Não disse que ele gravou:




No final do dia, depois de me recuperar do susto, retomamos o longo caminho para dormir mais uma noite em Marrakech.

Fim do dia em Marrocos

 

Ofertas de Passeio para as Cascatas de Ouzoud, Marrocos

 

Ofertas de Hospedagem em Ouzoud, Marrocos



Booking.com

 

Organize melhor sua viagem
  • Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo, além disso temos um post com nossas dicas de como escolher o melhor lugar para se hospedar.
  • Já garantiu as Entradas dos lugares que vai visitar? A melhor maneira de economizar tempo e dinheiro é comprar os tickets com antecedência, o TicketBar oferece os melhores descontos e opções nos melhores e mais conhecidos destinos do mundo.
Todas as indicações são de empresas parceiras, seguras, confiáveis e utilizadas por nós.

Viviane N M Amorina

Nasci em São Paulo/Brasil e me formei em Engenharia de Alimentos pela UNICAMP. Sempre gostei de viajar, com a vontade de conhecer mais do mundo. Hoje moro em Ettlingen na Alemanha, onde trabalho e divido meu tempo com minha filha, marido e viagens com família.

10 comentários em “Pra lá de Marrakech – Cascatas de Ouzoud, as maiores quedas d’água de Marrocos

  • 11 de Fevereiro de 2018 em 08:28
    Permalink

    q lugar maravilhosoooo! adoraria voar com o drone ai, maaas diz a lenda que tão pegando todos no aeroporto 🙁 coloquei no meu roteiro!

    Resposta
  • 11 de Fevereiro de 2018 em 12:50
    Permalink

    Lendo seus posts eu tenho a certeza que não fiquei tempo suficiente no Marrocos! Quanta coisa linda, e eu sou apaixonada por cachoeira! Aquele pretexto bom que a gente tem pra revisitar um lugar que já amamos né?

    Resposta
  • 11 de Fevereiro de 2018 em 14:00
    Permalink

    hahaha macacos malucos!! Ainda não visitei as cascatas de Ouzoud, mas a próxima visita a marrocos não há de tardar pelo há de estar próximo, inch’allah!

    Resposta
  • 11 de Fevereiro de 2018 em 15:32
    Permalink

    Eu teria dado um ataque de causar terremotos! Morro de medo! Se um deles grudasse em minhas costas sobraria gritos e samba para todo lado. Faria com certeza papel ridículo e depois ficaria roxa de vergonha.

    Bom saber, para não ter nada de comida perto de mim quando visitar isso aí.

    Por falar nisso aí, que paisagens interessantíssimas!!! As quedas d´água, a maneira como elas caem parecem tão inusitadas nas fotos… Aquela imagem na base de um morro, parecendo um atracadouro está especialmente interessante!

    A pequena continua encantando pela desenvoltura e fotogenia.

    Resposta
  • 11 de Fevereiro de 2018 em 16:59
    Permalink

    Que lugar e passeio espectaculares. Eu, não sei bem como, nunca estive em Marrocos! Tenho de fazer essa viagem. E os macacos, hahaha! Adorei o vídeo! Assisti a algo semelhante há pouco tempo, na Tailândia. Roubaram literalmente um saco com fruta a um viajante que caminhava a poucos metros de mim. Os macacos são amorosos mas pregam grandes sustos!

    Resposta
    • 13 de Fevereiro de 2018 em 08:29
      Permalink

      Nossa que demais! Nunca imaginei que Marrocos tivesse cachoeiras tão lindas e interessantes. Ótimas dicas!

      Resposta
  • 11 de Fevereiro de 2018 em 22:50
    Permalink

    que viagem incrível Vivi, um dos meus sonhos de viagem é conhecer o Marrocos e sem dúvida incluir Marrakech no roteiro, apesar do seu medo, achei os macacos muito fofinhos, eles devem ser bem danados, também ficaria apreensiva!

    Resposta
  • 12 de Fevereiro de 2018 em 12:24
    Permalink

    Muito lindo este lugar, mas entendo muito bem este teu desespero com os macaquinhos… Adoro macacos, mas distante (como todos os animais)… se gatos e cachorros subissem em mim, jà teria ataque de pânico!

    Resposta
  • 13 de Fevereiro de 2018 em 16:12
    Permalink

    Que delícia de aventura e de visual. Quanto mais em família. É bem diferente do tipo de cachoeira que estou acostumada em ver em Minas Gerais. Mas definitivamente vale muito a pena pelas fotos.
    Obrigada pela Dica e melhor ainda saber que dá para ir com criança sem problema.

    Resposta
  • 15 de Fevereiro de 2018 em 08:46
    Permalink

    Ahh, que experiência maravilhosa! Não conhecia as cachoeiras e é uma delícia conhecer lugares turísticos apenas para o povo do próprio país, né? Parece que eles tem uma identidade especial. E que fofa a maneira como você chama a sua filha… A minha mãe também me chamava de picurrucha <3

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *