Islândia, dia 5 – Roteiro de 1 dia de viagem em Reykjavik, capital do país

A cidade de Reykjavik, capital da Islândia, geralmente é a primeira parada quem viaja para a Terra do Fogo e Gelo. Já em nosso roteiro de 5 dias de carro pela Islândia, nós definimos como o último destino de visita.

Porém acho que é melhor visitar Reykjavik realmente em primeiro lugar, para depois se deslumbrar com as belezas do país. Como nós invertemos, eu acabei achando a cidade meio que sem graça. Só conseguia pensar em como queria voltar para a natureza intocada, não entrei no mood de turismo urbano.

Não que a cidade não tenha atrações, pelo contrário, tem vários pontos para conhecer e nós andamos bastante. Mas já estava sentindo bastante tristeza por estar chegando a hora de partir…

 

Pontos Turísticos visitados em Reykjavik, capital da Islândia

 

Pela manhã e início da crise de abstinência

Visitamos a Hallgrímskirkja, a maior igreja da Islândia com 74,5 metros de altura. Sua construção lembra as famosas formações de basalto e a praça em que ela se encontra é realmente muito bonita.

Viagem Reykjavik Islandia - Hallgrímskirkja

 

Outra de suas atrações é o orgão de tubos, também maior do país. O som é lindo!

Viagem Reykjavik Islandia - Hallgrímskirkja
Viagem Reykjavik Islandia - Hallgrímskirkja

 

Nós gravamos uma parte da música que estava tocando.





Também é possível subir até o topo da igreja, para ter uma vista muito bonita da cidade com suas casas coloridas e ao fundo o mar de cor azul profundo.

Viagem Reykjavik Islandia - Hallgrímskirkja, vista para a cidade
Viagem Reykjavik Islandia - Hallgrímskirkja, vista para a cidade
Viagem Reykjavik Islandia - Hallgrímskirkja, vista para a cidade

 

Nós passamos pelo Hljómskálagarður, um parque bem grande e lindo, com bastante verde, e lá deixamos a pequena gastar energia nos parquinhos. Inclusive ele estava com várias turmas de escolinhas por lá, muito legal de conhecer.

Viagem Reykjavik Islandia - Hljómskálagarður
Viagem Reykjavik Islandia - Hljómskálagarður

 

Almoço, a hora do dogão mais famoso da cidade

O Bæjarins Beztu Pylsur, é um trailer que desde 1937 vende o cachorro quente mais famoso de Reykjavik. Sim, o carrinho de hot dog estava completando 80 anos no local!

Enfrentamos a fila enooorme para provar o dito e a conclusão é que é bom, mas “não é aquela Brastemp”. A principal diferença é que a salsicha é feita de carne de cordeiro, dando um gostinho mais suave.

Viagem Reykjavik Islandia - Comendo um Hot Dog do Bæjarins Beztu Pylsur
Viagem Reykjavik Islandia - Comendo um Hot Dog do Bæjarins Beztu Pylsur

 

Vale a experiência.

 

Uma tarde com a crise de abstinência ao máximo

Realmente não estava no clima de fazer turismo urbano e uma performance bizarra pelas ruas me deixou mais na crise. Eu queria ver cachoeiras, andar por campos de lava, pelas geleiras seculares, pegar pedrinhas nas praias de areia preta…

Viagem Reykjavik Islandia - Bizarrices na Laugavegur

 

Para melhorar o humor, nós fomos até a Laugavegur, que é a rua de compras mais antiga da cidade. O nome da rua significa “Rua de Lavação”, pois no lugar corria um rio e era onde os islandeses levavam roupa para lavar.

Hoje ela é repleta de lojas de roupas, design, bolsas e bares e restaurantes para comer. E ainda tem uma vista linda para Hallgrímskirkja.

Viagem Reykjavik Islandia - Rua de compras Laugavegur




De lá fomos no Mokka Kaffi, para esquentar a Genoveva com chocolate quente, cappuccino e sobremesas tradicionais. O pequeno café é bastante indicado em blogs e bem avaliado no TripAdvisor. Nós gostamos bastante, a comida realmente é bem gostosa e foi uma ótima pedida para descansar no meio do passeio.

 

Depois de descansar, nós fomos em câmera lenta em direção à Harpa, o famigerado prédio de concertos aberto em 2011. O prédio é muito bonito, melhorando o meu ânimo e o interior dele é demais. Sério, a arquitetura tanto do exterior quanto por dentro é incrível, de longe você já se impressiona.

Viagem Reykjavik Islandia - Harpa Auditório e Centro de Conferência
Viagem Reykjavik Islandia - Harpa Auditório e Centro de Conferência
Viagem Reykjavik Islandia - Harpa Auditório e Centro de Conferência
Viagem Reykjavik Islandia - Harpa Auditório e Centro de Conferência

 

Foi o ponto que mais gostei da cidade! Nós ficamos quase uma hora lá dentro, visitando o local bem devagarinho.

 

Já voltando para a nossa casinha, margeando o mar, nós visitamos a Sólfar (Sun Voyager). Muitas vezes confundida como um simbolo dos barcos vikings que chegaram à cidade, a escultura de aço na verdade representa um Barco dos Sonhos, uma ode a Sol, simbolizando (aí sim) luz e esperança.

A escultura é muito bonita, ainda com o mar e as montanhas ao fundo. Lindo!

Viagem Reykjavik Islandia - Sólfar (The Sun Voyager)

 

 

As últimas horas do sol da meia noite e a tristeza de partir

Já a noite (com cara de dia), era a hora de arrumar as malas com o coração apertado. Mas antes de dormir, nós resolvemos jogar Catan (já jogou? é muito bom!) e a noite que deveria durar 30 minutos foi até a 1h30 da manhã. 🙂

Eu realmente gostaria de ficar mais tempo na Islândia e poder ver mais desse país que reacendeu meu amor por trilhas.

Por isso não disse adeus, mas só um até logo pra Islândia!

Viagem Reykjavik Islandia

 

Já leu nosso planejamento de 5 dias pela Islândia e os posts sobre o dia 1 na Islândia, onde visitamos o Spa Blue Lagoon e outros pontos lindos; sobre o dia 2 na Islândia, com o canyon Fjaðrárgljúfur e a lagoa glacial Jökulsárlón; sobre o dia 3 na Islândia, onde visitamos a cidade dos tetos vermelhos de Vík í Mýrdal e lindas cachoeiras e praias de areia preta; e o dia 4 na Islândia, onde fizemos o Círculo Dourado, mais famoso circuito turístico do país.




Ofertas de Hospedagem em Reykjavík na Islândia



Booking.com

 

Ofertas de Tours e Passeios em Reykjavík na Islândia

 

Organize melhor sua viagem
  • Já reservou o seu Hotel? Nós usamos e recomendamos o Booking, melhor site para reserva e com opções em todos os lugares do mundo, além disso temos um post com nossas dicas de como escolher o melhor lugar para se hospedar.
  • Já garantiu as Entradas dos lugares que vai visitar? A melhor maneira de economizar tempo e dinheiro é comprar os tickets com antecedência, o TicketBar oferece os melhores descontos e opções nos melhores e mais conhecidos destinos do mundo.
Todas as indicações são de empresas parceiras, seguras, confiáveis e utilizadas por nós.

Viviane N M Amorina

Nasci em São Paulo/Brasil e me formei em Engenharia de Alimentos pela UNICAMP. Sempre gostei de viajar, com a vontade de conhecer mais do mundo. Hoje moro em Ettlingen na Alemanha, onde trabalho e divido meu tempo com minha filha, marido e viagens com família.

16 comentários em “Islândia, dia 5 – Roteiro de 1 dia de viagem em Reykjavik, capital do país

  • 11 de Janeiro de 2018 em 07:00
    Permalink

    Que maravilha de ceu azul voces pegaram! Tambem quero ir para a Islandia no verao e viver essa doideira que e o sol da meia-noite… deve dar uma confusao na cabeca, ne? Adorei o Harpa, que edificio lindo! 😀

    Resposta
  • 11 de Janeiro de 2018 em 12:39
    Permalink

    Assim como você disse, é bem melhor conhecer a cidade primeiro, fiz isso e adorei a capital, achei bem interior, mas com resquício de cidade grande, o clima das ruas é ótimo, acabei ficando uns 4 dias por lá e quero voltar! Abraços

    Resposta
  • 11 de Janeiro de 2018 em 20:25
    Permalink

    A Islândia é mesmo um país muito exótico que pretendo conhecer. Bom saber que além da natureza, tem atrações também na cidade.

    Resposta
  • 12 de Janeiro de 2018 em 17:06
    Permalink

    Nossa, a Hallfrímskirkja é muito alta! Mas tudo bem, ela é linda por dentro. Só não gostei dessa ideia de subir no topo, não sou aquelas fãs de altura… mas a vista é muito linda! Gostei muito da arquitetura da Harpa, realmente muito linda.

    Resposta
  • 12 de Janeiro de 2018 em 23:36
    Permalink

    Uaaaaau, que cidade encantadora!! Já quero fazer uma viagem parecida! E esse dogão deu água na boca!

    Resposta
  • 14 de Janeiro de 2018 em 04:23
    Permalink

    Quanto mais eu leio sobre a Islândia mais vontade da de sair correndo pra lá. Parabéns pelo post recheado de informações e dicas, ficou bem completo.

    Resposta
  • 14 de Janeiro de 2018 em 11:18
    Permalink

    Islândiaaaaaaaa, aahaaaaa que vontade. haha
    Como foi a viagem com criança? O frio para ela, correu bem?
    O cachorro quente é boooooom mesmo?
    Adorei as fotos!!!

    Resposta
    • 15 de Janeiro de 2018 em 05:17
      Permalink

      A Olivia gostou bastante da viagem e não se incomoda com tantas horas de carro, o único porém foi que em alguns passeios tínhamos que alternar a caminhada. Um ficava com ela brincando em algum lugar enquanto o outro ia conhecer o lugar e depois trocava. O frio estava Ok, nada demais.

      Haha… o cachorro é gostoso, mas prefiro de Osasco! 😛

      Resposta
  • 14 de Janeiro de 2018 em 14:13
    Permalink

    Pelo que eu vi da capital da Islândia é o tipo de lugar que eu vou gostar muito de visitar. Assim como todo o país, claro!

    Contudo, o mais interessante deste texto é justamente a análise que você faz sobre a definição da ordem das cidades quando montamos o roteiro. Concordo plenamente contigo que tem impacto. Eu nunca viajo entre países então essa comparação não posso fazer, mas entre cidades sim: já demorei de gostar de determinadas cidades no fim da viagem justamente por ter gostado muito de outras. Caso, por exemplo de Florença (15 dias) e Roma (uma tarde). rsrsrs

    Portanto, quando for para a Islândia, irei considerar muito começar a exploração pela capital! 🙂

    Resposta
  • 14 de Janeiro de 2018 em 19:11
    Permalink

    Adorei o post e as fotos! Nessa minha última viagem pra Europa eu tive um arrependimento só, que foi ter deixado de visitar a Islândia por achar que ia ser muito caro, ia né rs mas valeria a pena.

    Resposta
  • 14 de Janeiro de 2018 em 21:21
    Permalink

    Uaauu Edson! Que golpe baixo! A Islândia é um dos nossos destinos de sonho. Infelizmente um pouco complicado para fazer de moto pois o ferry é carríssimooo 😉 Teremos de optar por outro meio eheh Obrigado pela partilha de tão boa informação

    Resposta
  • 15 de Janeiro de 2018 em 03:28
    Permalink

    Entendo sua frustração! E a tal história do “leave the best for last”… mas achei a cidade bem bonita e o prédio “colméia” é sensacional! Linda essa sua viagem! Adorei acompanhar!

    Resposta
  • 15 de Janeiro de 2018 em 14:03
    Permalink

    Nossa… a Islândia deve ser realmente incrível! Preciso conhecer esse lugar urgentemente. As fotos estão lindas e as dicas são ótimas.

    Resposta
  • 16 de Janeiro de 2018 em 18:47
    Permalink

    Jà vi fotos da Hallgrímskirkja e achei o màximo!!! E vc pegou um tempo maravilhoso!
    Quanto ao dogao…. nada como os que fazem em SP!
    hehehehehe

    Resposta
  • 17 de Janeiro de 2018 em 01:13
    Permalink

    Também tenho essas crises de abstinência! A última foi ao voltar do Atacama: caminhava pelas ruas de Santiago e nada me encantava a princípio.
    Que prédio lindo esse Harpa, Mas confesso que achei a igreja horrorosa! kkkkk
    Quanto ao lanche, difícil viver na Alemanha e gostar de hote dog de outro lugar, não é não?

    Resposta
  • 18 de Janeiro de 2018 em 09:50
    Permalink

    eu fico muito indignada quando vejo esses dogao com a vina no pao, um molhinho e nada mais! lá no BR o dogueiro não tem limites, bota tudo o que vc quiser farofa, ervilha, milho, batata palha, pure de batata, vinagrete e ainda da uma prensada pra ajudar hauehauea

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *